Marisa Nascimento

Marisa Nascimento
Sou terapeuta holística técnica em Terapias da Medicina Chinesa, Florais de Bach e Brasileiro, Reiki, Mãos de luz, Chi Kung, Radiestesia e Radiônica, Feng Shui, Estética corporal e facial, Tarô e Astrologia.

"Cuida dos teus pensamentos, porque eles se tornarão tuas palavras...Cuida de tuas palavras, pois elas se tornarão teus atos... Cuida de teus atos, pois eles se tornarão teus hábitos... Cuida dos teus hábitos porque eles se tornarão teu caráter...Cuida do teu caráter pois ele se tornará o teu Destino."

Contato: Atendimento com hora marcada em ambiente individual e climatizado.

Contato: Atendimento com hora marcada em ambiente individual e climatizado.
email: marisa.nasc@gmail.com ou aromaepele.marisa@gmail.com

Seguidores

sexta-feira, 29 de julho de 2011

NÃO TENHO DESEJO SEXUAL, O QUE FAZER?

Entenda o porquê da falta de desejo sexual.
A ausência de desejo sexual não é uma queixa exclusiva do período pós-menopausa, muitas mulheres jovens referem diminuição da libido ou mesmo ausência dela. A falta de desejo sexual é um problema que afeta mais mulheres do que se imagina. Muitas delas ficam angustiadas por não conseguirem satisfazer o parceiro e relacionam a perda do desejo com o desgaste do relacionamento. O que elas não se dão conta ou muitas vezes não sabem, é que problemas físicos e psicológicos também podem afetar a libido e podem ser as causas do comportamento de virar para o lado e dormir na hora da intimidade. Alguns detalhes como auto-estima elevada, mente relaxada e conhecimento do próprio corpo podem fazer toda a diferença.

Na maioria das vezes, a origem do desinteresse é psicológica. A insatisfação com a vida pessoal, o estresse por causa do trabalho, contas para pagar, tensão, preocupação com os filhos e até mesmo medo do desempenho sexual e o comportamento do parceiro podem afetar o desejo feminino. Além dos fatores emocionais, a falta de desejo feminino pode ser causada por alterações hormonais de testosterona, responsável pelo apetite sexual e o estrogênio, hormônio básico da mulher. As oscilações de estrogênio durante o ciclo menstrual e após a ovulação deixam algumas mulheres mais sensíveis. Também há relação entre menopausa e desejo sexual. Na menopausa o problema pode ser mais crítico, é a fase em que o corpo da mulher para de fabricar o estrogênio e há mais chances de surgir a depressão, que acaba com o desejo sexual.


Existem vários fatores que podem influenciar nesta questão, vamos então destacá-los.


Hormonal


Aqui está um motivo importante a ser investigado em mulheres jovens! Neste caso, a redução da libido pode ser decorrente de alterações na produção de testosterona, hormônio masculino produzido em menor quantidade pelas mulheres. Outro hormônio que pode estar alterado é a prolactina, hormônio que age conjuntamente com outros dois hormônios femininos, o LH e FSH.


Idade


A diminuição da libido após a menopausa tem uma explicação na redução da produção hormonal da mulher, que também resulta em ressecamento vaginal e atrofia urogenital, podendo ser mais um fator desestimulante para a atividade sexual.O impacto psicológico deste efeito é de extrema importância, sendo motivo principal na diminuição da qualidade de vida para muitas mulheres. A reposição hormonal é um aliado neste caso. Porém, alguns especialistas defendem que a idade pode ser uma aliada! Maturidade dá à mulher maior segurança do seu corpo e entendimento da própria sexualidade, o que pode ser um perfeito aliado para aumento da libido. Dessa forma, vai depender de como a mulher lida com a idade e seus ganhos!


Medicamentos


O uso de medicações hormonais, como os próprios anticoncepcionais, os antidepressivos, ansiolíticos e mesmo anti-hipertensivos, podem ser fatores que contribuem para a diminuição do desejo sexual. Esse é um dos motivos que se esquece de checar não é?


Depressão


Neste caso, há um comprometimento importante do interesse sexual e conseqüentemente da capacidade de sentir prazer na relação, o que já é uma característica própria do estado depressivo. Sem o desejo não há efetivação do estímulo sexual, o que compromete também o relacionamento do casal.


Estresse e ansiedade


Motivo próprio do nosso mundo contemporâneo! Combinado com uma alimentação nada saudável e o excesso de peso, são o trio perfeito para a redução da libido. Reeducação alimentar e uma tentativa de organizar sua vida melhor são um bom conselho. Cada mulher deve reavaliar seu esquema de vida quando perceber que está afetando seu desempenho sexual, não dá para recomendar uma terapia ou aula de ioga se você nem tem tempo para isso. O melhor é reavaliar seu ritmo e reformular as coisas.
Além do excesso de trabalho, o estresse pode ser provocado por um acontecimento trágico na família, um parente doente, um fracasso inesperado em alguma atividade ou mesmo problemas no relacionamento conjugal.


Gravidez


Com a gravidez, o corpo se transforma e o desejo sexual também. Muitas mulheres ficam inseguras, acham que não são mais atraentes para o parceiro e acabam deixando o sexo de lado durante a gestação. Outra dúvida que afeta a vida sexual das futuras mamães é se o ato pode machucar o bebê. Na verdade isso não passa de um mito, manter as relações sexuais durante a gravidez é muito saudável. Algumas posições podem ser incômodas por causa da barriga, mas o casal deve experimentar diversas formas, até encontrar a mais confortável. A prática só deve ser evitada se a mulher tiver complicações na gravidez, como sangramentos, por exemplo.


Parto recente


Cheguei a um motivo problemático para algumas mulheres! As alterações no corpo ainda não bem aceitas são motivos importantes para uma série de mulheres. Porém, há um fator que influencia diretamente no desejo sexual, o aumento do hormônio prolactina, característico do período de lactação. Com a elevação de seus níveis, há inibição de outros hormônios femininos. Portanto, é passageiro.
Como você viu, fatores orgânicos e psicológicos interagem na alteração da libido. E o melhor, não precisa se desesperar porque atualmente os tratamentos são eficazes na quase totalidade dos casos.


Como recuperar o desejo sexual?


Através da acupuntura, floral e massagens cuidamos do equilíbrio do seu organismo, auto estima e emoções, você se sente mais disposta e o desejo sexual reaparece. Um diálogo aberto com seu companheiro, com bastante sinceridade também ajuda muito. Tente deixar o estresse e as preocupações de lado por alguns momentos e seja feliz, permita-se desfrutar de momentos de intimidade.


Paz e Luz!


Marisa Nascimento

quinta-feira, 21 de julho de 2011

GORDURA LOCALIZADA

A maior parte das pessoas está insatisfeita com o seu corpo.  A gordura localizada é responsável pelos famosos "pneuzinhos", pela barriguinha e culotes... Mas não são só as gordinhas que sofrem desse mal, as magrinhas também padecem com o problema. Os locais preferidos são ao redor do estômago, barriga, costas e quadris. Felizmente, já estão disponíveis técnicas capazes de acabar com as gordurinhas localizadas.


Os quatro fatores desencadeadores da gordura localizada: distúrbios hormonais - afetam as células de gordura, passando a concentrá-las em regiões específicas do corpo; herança genética - determina a capacidade da célula para absorver e eliminar gorduras; aumento de peso; e sedentarismo.


Na mulher, a gordura localizada é decorrente, principalmente, dos fatores genéticos e hormonais. A adiposidade costuma aparecer na região do bumbum, coxas, culote e barriga. Nos homens a gordura tende a acumular-se no interior do abdômen e pode gerar riscos de doenças cardiovasculares.


Alimentos com gorduras são os principais vilões. A gordura não utilizada em forma de energia será armazenada em certas regiões do corpo, como energia de reserva, originando a gordura localizada.


O excesso de açúcar, também se transforma em energia de reserva e aumenta nossa quantidade de gordura. Esta característica é especialmente encontrada em pessoas com gordura localizada no culote, já que esta região tem fibras musculares diferentes do resto do corpo e precisam de açúcar para os movimentos e exercícios, desta forma é mais fácil o armazenamento nesta região, e conseqüentemente mais difícil de perder com exercícios leves.


Aumente a oferta de alimentos protéicos. Eu indico a nutrição inteligente com a Herbalife que fornece ao organismo níveis equilibrados de energia, vitaminas, minerais, hidratos de carbono bons, proteínas vegetais, gorduras saudáveis, fibras benéficas, ervas e antioxidantes.                                                           Prefira os alimentos integrais, pois são ricos em fibras que ajudam no bom funcionamento do intestino e auxiliam na excreção de excesso de gorduras e colesterol da dieta.
Utilize sal com moderação, pois o excesso deste é responsável pela retenção de líquidos pelo organismo.


Reduza o consumo de calorias diminuindo a ingestão de alimentos gordurosos, pois representam nossa maior fonte concentrada de calorias, acumulando mais do que o dobro de calorias das proteínas e carboidratos. Evite alimentos que produzam gases, como feijão, leite, queijos e refrigerantes. Eles deixam a barriga inchada. Comece a substituir algumas carnes vermelhas do seu cardápio pelas carnes brancas de peixes ou aves. Prepare-os no vapor, grelhados, cozidos ou assados. Evite, sempre, as frituras, ricas em gorduras. Procure utilizar pouco óleo nas preparações, inclusive no tempero de saladas. Prefira o azeite ou óleos como o de canola ou girassol. Evite os doces com recheios, creme de leite, chantilly, chocolate, pois possuem grande quantidade de gorduras e alta concentração de calorias. Prefira as frutas ou se fizer muita questão dos doces, escolhas os feitos a base destas. Evite os molhos gordurosos, preferindo sempre os mais simples.


Coma moderadamente, usando o bom senso e pratique exercícios regularmente.
Mastigue bem os alimentos, este processo permite que o processo digestivo seja mais lento, tendo maior tempo para o órgão enviar mensagens para o cérebro e, assim, diminuindo a vontade de continuar a comer. Lembre-se o cérebro precisa de 20 minutos para receber os estímulos de saciedade
Faça várias refeições ao dia em pequenas porções, facilita a digestão. Seu apetite será menor e o organismo mandará menos reservas para os depósitos de gordura.
Beba 2 litros de água por dia. Pois vai melhorar a circulação e seu intestino vai funcionar bem melhor.


A melhor maneira de ter o corpo em forma é a combinação de uma dieta balanceada com exercícios físicos. Mas quando o problema é gordura localizada, os cuidados com alimentação ou exercícios físicos podem não ser suficientes para solucionar o problema. As técnicas usadas para isso são: o Ultra-som, quebra as células adiposas em partículas menores, a Massagem Modeladora Turbinada faz com que essas partículas sejam eliminadas via urina, a Acupuntura ajuda a equilibrar as funções hormonais e Nutrição Inteligente com a Herbalife.

Venha Emagrecer com saúde.

Paz e Luz!

Marisa Nascimento

 .






quarta-feira, 20 de julho de 2011

QUEDA DE CABELO

Toda e qualquer alteração sofrida pelos cabelos e couro cabeludo, sobretudo sua aparência física, pode afetar também a auto-estima e a personalidade da pessoa. A queda de cabelo pode ser originada por conseqüências emocionais, assim como pode originar outras sérias conseqüências também emocionais.


Os cabelos têm um ciclo vital: crescem, fenecem e caem; por isso os especialistas consideram normal a queda de 30 a 90 fios diários, principalmente quando se verifica a reposição dos fios perdidos. Configura-se afecção quando essa substituição não ocorre; sem as devidas providências poderá culminar num problema de difícil reversão: a calvície.


Em geral a queda de cabelos tem origem numa fadiga geral do organismo, provocada pela falta de vitaminas, sais minerais, proteínas, ambiente fechado sem ventilação, luz artificial, uso excessivo de boné, além do fator emocional: ansiedade, estresse, estado de choque, preocupação, desgaste mental, também debilidade geral causadas por doenças graves ou de longa data como febre tifóide, sífilis, gripe, anemia, etc. Freqüentemente, as mulheres se queixam que o comprimento do cabelo nunca volta a ser o mesmo que o presente antes da gravidez.Também temos que ter em conta que a calvície é hereditária, mas somente entre o sexo masculino.


Existe um mineral, o silício, que no nosso corpo encontra-se mais concentrado na pele, cartilagens, ossos, tecido nervoso, couro cabeludo.


Na alimentação, encontra-se no morango, castanha-do-pará, chicória, aveia, principalmente nos seus grãos e na água do cozimento. Na alface, couve-flor, etc.. Sua deficiência leva à fraqueza e queda dos cabelos além de provocar rugas, rachaduras de pele, enfraquecimento das unhas e hipersensibilidade nervosa.


Nosso cérebro necessita do silício, que é destruído com tensões nervosas e o organismo começa a retirar dos cabelos, pele e unhas. Vira um círculo vicioso: o desgaste mental destrói o silício e sua falta provoca nervosismo.


As frutas, verduras, levedura de cerveja, germe de trigo (fechado a vácuo), limão, melado de cana, iogurte, castanhas, abacate, arroz e pão integral, irão compor as vitaminas, sais minerais e proteínas necessárias.


Os xampus industrializados poderão ser evitados, assim como alimentos gordurosos, frituras, carnes de qualquer espécie, açúcar branco, enlatados, alimentos artificiais em geral.


O remédio natural para queda de cabelo está no controle dos seus hábitos diários, por isso faça de tudo para evitar vícios prejudiciais à saúde, como cigarros, bebidas alcoólicas e anabolizantes.


A massagem alivia a tensão geral do organismo, ativa a circulação e promove a saúde geral. A massagem do couro cabeludo é benéfica para manter os cabelos em bom estado. Massagear o couro cabeludo com as pontas dos dedos dando pancadas firmes melhorará a circulação, assim como escovar os cabelos várias vezes ao dia, inclusive antes de dormir.


As energias yin e yang, no seu corpo, devem ser equilibradas para evitar efeitos negativos na saúde. Se a energia yang é muita, perdem-se cabelos – uma deficiência nos rins também pode causar queda de cabelo. A acupuntura ajuda a ampliar a energia nos meridianos, equilibrando o organismo e favorecendo a absorção dos nutrientes necessários para o bem estar.


O floral também é muito bem indicado para a queda de cabelo, pois equilibra o emocional aliviando o estado de stress, ansiedade e depressão do organismo.


Além de oferecer a proteção ao crânio contra traumatismos, e radiações solares, os cabelos representam um adorno sexual importante e afetam diretamente na aparência de uma pessoa.


Por isso, cuide-se.


Paz e Luz!


Marisa Nascimento











terça-feira, 19 de julho de 2011

SAIBA COMO EVITAR RETENÇÃO DE LÍQUIDOS

Um problema que afeta quase toda mulher, barriga estufada, rosto cheinho, seios aumentados, pés inchados. Todos esses são sintomas da retenção de líquido, um problema que afeta muitas mulheres pelo menos uma vez por mês, antes da menstruação. Mas a verdade é que as causas da retenção de líquido vão além da TPM.


É preciso investigar do que se trata antes de se assustar com os dois ou três quilos que podem aparecer num período de poucos dias. Má alimentação, sal em excesso, insuficiência renal, falta de exercícios físicos e até o uso de antiinflamatórios e da pílula anticoncepcional podem provocar este desconforto.

Para evitar a retenção de líquido, há uma série de coisas que podem ser feitas. Prestar atenção na alimentação é fundamental. Se você come poucas hortaliças e frutas, acrescente esses alimentos no seu cardápio. Eles facilitam e prolongam a digestão, melhorando a absorção de minerais que evitam a retenção, corte ou diminua a ingestão de líquidos durante as refeições, vai ajudar na digestão e evitar a retenção de líquidos. Tome no mínimo 2 litros de água por dia para limpeza do seu organismo.

Retenção é comum na TPM

A TPM é um período delicado em que a retenção insiste em aparecer. As mudanças nos hormônios, no metabolismo e no apetite são fatores propícios para o inchaço. Para diminuir o desconforto, é importante beber muita água para limpar o organismo. Pense numa média de oito copos por dia. Exercício aeróbico também é fundamental porque faz com que você acelere o metabolismo e elimine mais urina. O período pré-menstrual acaba sendo mais guloso. Come-se mais gordura e doces, que aumentam a produção de toxinas. Tente se controlar. Chás que ajudam na digestão e têm efeito diurético são eficientes contra a retenção de líquido. Além disso, a drenagem linfática e a acupuntura são muito eficazes.


Como evitar o inchaço:

. Beba muita água, pelo menos oito copos por dia. Além de estimular os rins e melhorar a circulação, elimina as toxinas
. Invista em hortaliças e alimentos ricos em água, como chuchu, pepino, melancia, pêra e abacaxi. As folhas facilitam a digestão. Rica em potássio, a água de coco é boa opção. Aipo, berinjela, alho e fibras também são alimentos funcionais que ajudam a prevenir a retenção
. Faça exercícios regularmente
. Diminua o sal nas refeições
. Aposte na drenagem linfática e acupuntura.
. Tome chás diuréticos, como os de hortelã e cavalinha
. Evite alimentos que fermentam e provocam gases, como repolho, couve, couve-flor, batata-doce
. Cuidado com as carnes com muito sal, como bacalhau, carne-seca e embutidos.



A drenagem linfática que é uma massagem gostosa e relaxante é possível diminuir a retenção de líquidos do corpo e eliminar toxinas.É um tipo de massagem que drena líquidos acumulados nos membros inferiores, principalmente das pernas e pés. Esses líquidos ajudam para o aumento da celulite e do inchaço.

 Os número de sessões costuma-se ser 2 vezes por semana. Mas, o ideal deveria ser pra sempre, 1 sessão por semana ou a cada 15 dias.

A acupuntura melhora a circulação sangüínea e o funcionamento dos rins e intestinos, facilitando a eliminação de toxinas e evitando a retenção de líquidos.  Age, ainda, sobre o fígado e a glândula tireóide, ativando o metabolismo e aumentando a disposição.

A principal função da drenagem linfática e da acupuntura é retirar os líquidos acumulados entre as células e os resíduos metabólicos. Ao serem retirados do local armazenado, as tais substâncias são encaminhadas para o sangue através da circulação. Essas técnicas também estimulam a regeneração dos tecidos, melhora o sistema imunológico, é relaxante e tranqüilizante, combate a celulite e a gordura localizada e melhora a ação antiinflamatória do organismo.

É importante saber que a drenagem linfática é contra-indicada para pessoas com infecções agudas, insuficiência cardíaca, trombose, hipertensão, câncer, asma brônquica e bronquite asmática.

 Precisamos nos cuidar.

Paz e Luz!

Marisa Nascimento

quinta-feira, 14 de julho de 2011

A MELHOR DEFINIÇÃO DE FILHOS

"Filho é um ser que nos emprestaram para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem. Isto mesmo ! Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode ter, porque é se expor a todo tipo de dor, principalmente da incerteza de estar agindo corretamente e do medo de perder algo tão amado. Perder? Como? Não é nosso, recordam-se? Foi apenas um empréstimo".





                                                                              José Saramago





É a mais pura verdade!!!





Paz e Luz!





Marisa Nascimento

quarta-feira, 13 de julho de 2011

TARÔ HOLÍSTICO

        Quantas vezes você já pensou em parar tudo e refletir sobre qual o melhor rumo a tomar?


       Quem quer viver uma vida sem inspiração?


       Essa força sutil ajuda a tomar decisões, fortalecer a fé em si mesma e potencializar os relacionamentos. Leia nas cartas como despertar sua força interior.Este oráculo aponta os caminhos.


       O Tarô tem sido usado, desde épocas remotas, para ajudar as pessoas a compreender as leis do universo e conseqüentemente a se conhecer melhor.
        Portanto, é mais do que um instrumento divinatório envolve principalmente o auto conhecimento.


        Eu uso o meu conhecimento astrológico e faço a leitura do Tarô com as cartas de Marselha, Ciganas e Xamânicas através de uma mandala, onde todas as áreas da sua vida ficam em evidência esclarecendo as perguntas em questão e aconselhando para que sua vida flua livremente e evolua com sua mandala do momento.


        Quando identificamos qual área da nossa vida está bloqueada, conseguimos encontrar os caminhos necessários para a nossa evolução.


     Nossas vidas estão num processo constante de transformações. À medida que assimilamos novas transformações mudamos nosso comportamento. Mas não é fácil deixar de lado hábitos arraigados.


     Durante muito tempo, reagimos às situações como adolescentes, porque nosso desenvolvimento emocional estava, de certa forma estagnado. Agora, visando alcançar a maturidade, vamos precisar fazer de conta que somos capazes, fortes, seguros e calmos. Colocar essa técnica em prática vai resultar tanto em novas atitudes da nossa parte quanto em reações positivas dos outros. Com o tempo, abriremos caminhos para que esses comportamentos se tornem autênticos. Se acreditamos na nossa capacidade de ser a pessoa que queremos, poderemos seguir em frente com segurança.


 Paz e Luz!

Marisa Nascimento

sexta-feira, 8 de julho de 2011

ARTE DE NAMORAR

Cuide bem do seu amor
Nada melhor do que o toque, uma carícia, todo o nosso corpo reage, todas as nossas células vibram...

Quando estamos relaxados, energizados o nosso corpo reage facilmente a um estímulo, mas quando estamos tensos, preocupados, estressados demoramos muito para receber os estímulos de um carinho, pois nosso corpo está adormecido.

A consciência corporal nos faz mais atento, desperta nossos sentidos, e nossos melhores sentimentos.
Quando temos bloqueios e falta de energia em nossos meridianos nos falta ânimo e o nosso humor fica comprometido.Por isso é muito importante cuidar da nossa qualidade de vida para um bom relacionamento amoroso.

Não podemos esperar que nossos parceiros adivinhem do que gostamos, a falta de autoconhecimento transforma a vida sexual num mar de cobranças, insatisfações e dores de cabeça.
Quando estamos felizes nossa vibração atrai boas energias e com isso nos tornamos pessoas muito belas, atraímos boas situações e pessoas à nossa vida.

Por isso, se estiver só, este é mais um bom motivo para se cuidar!!!
Acupuntura e aurículo – Equilibra.


Floral – Harmoniza.


Massagem com pedras quentes – Relaxa.


Moxabustão – Energiza.


Reiki  - Alimenta.


Massagem Relaxante – Alivia.


Fitoterapia – Previne.


Aromaterapia – Trata.


Cone Chinês – Desobstrui.


Drenagem Linfática – Limpa.


Bambooterapia – Modela.


Emagrecimento – Amor próprio.


Nutrição Inteligente – Herbalife.


Massagem Modeladora Turbinada – Esculpe.


Mapa Astral – Autoconhecimento.


Tarô – Orienta.


Alivie suas tensões, melhore sua qualidade de vida, aumente sua estima, a libido e a motivação sexual.
A boa qualidade de um relacionamento depende do nosso bem estar pessoal.
Invista em você, encontre o prazer e viva a “Arte de Ser Feliz” !
Marisa Nascimento



CURANDO COM O SABOR DO GENGIBRE

Cultivada e muito utilizada no Oriente há milhares de anos, o gengibre (zingiber officinalis) é um ingrediente básico e quase obrigatório nas culinárias japonesa, tailandesa e chinesa e indiana. Mas suas propriedades vão muito além do sabor forte e picante, que normalmente agrada o paladar e confere um toque todo especial aos pratos que são preparados com ele. Na medicina ayurvédica, por exemplo, é chamado de “remédio universal”, pela grande variedade de benefícios que proporciona à saúde.

O gengibre produz calor no organismo e age de forma eficaz em casos de gripes, tosse, rouquidão, congestão nasal, dores de garganta e outras infecções, atenuando seus sintomas e fortalecendo o sistema imunológico, por isso, sua utilização é muito indicada para tratar e prevenir os males a que estamos sujeitos durante as épocas mais frias do ano.

Esta capacidade de esquentar o corpo também provoca uma aceleração no metabolismo, ativa a circulação, estimula a mente e mantém a vitalidade. Uma boa dica é fazer um escalda pés ou preparar um banho com algumas gotas do óleo essencial de gengibre naqueles momentos em que nos sentimos sem ânimo, apresentando sintomas típicos de depressão, ou esgotados após um dia estressante de trabalho, por exemplo.

É antiinflamatório, antibactericida e alivia dores musculares, de cabeça e cólicas menstruais. Nos casos de contraturas musculares, lombalgia, cervicalgia, reumatismo e artrose, pode-se massagear as regiões afetadas com o óleo essencial diluído em óleo vegetal, fazendo movimentos fortes e fricção, que produzirão efeitos de aquecimento e analgesia.

Pesquisas também comprovaram sua atuação no sistema digestivo e é ótimo para combater náuseas e enjôos, inclusive por pessoas que sofrem com estes sintomas durante deslocamentos de barco ou de carro. Apesar de sua ingestão ser contra indicada durante a gravidez, as mulheres podem utilizar algumas gotas do óleo essencial em um difusor de aromas para aliviar os enjôos característicos dos primeiros meses de gestação. Pacientes que estão sendo submetidos a tratamento com quimioterapia também experimentam um grande alívio das náuseas causadas pelos medicamentos.

Você pode incluí-lo no preparo de diversos alimentos, como sucos, sopas, saladas e refogados. Para um uso mais medicinal, o ideal é preparar um chá com as raízes e consumi-lo entre as refeições. Você pode também misturar com outras ervas, como hortelã, eucalipto e capim limão, se o objetivo for tratar de problemas causados por gripes e resfriados. O consumo diário do chá é muito eficaz na prevenção de crises de enxaqueca. Para combater enjôos, basta mastigar um pouco dele cru, com exceção das gestantes, que devem utilizar apenas o óleo essencial, num difusor de ambientes. Também é encontrado, em lojas de produtos naturais, em forma de comprimido e tintura.




quinta-feira, 7 de julho de 2011

TRATO ENTRE O CORAÇÃO E A LÍNGUA

"Meu coração e minha língua fizeram um trato: quando meu coração estiver enfurecido, minha língua guardará silêncio.


As palavras respondem aos sentimentos, e os sentimentos às idéias. Por isso nos será impossível dominar nossas palavras se não somos senhores de nossos sentimentos; e estes sentimentos irão se acalmando segundo a força de nossas idéias.


A um coração que não se domina, responderão palavras violentas e ferinas; a um coração fechado em si, sucederão palavras e atitudes que depreciam os demais.


Por conseguinte, cale-se quando seu coração não está sossegado e em calma; não fale, pois seguramente deverá arrepender-se do que disser ou, pelo menos, do modo como o disser, ou do momento em que o disser.


Se em geral o coração não costuma ser bom conselheiro, menos o será quando não estiver em paz e não se sinta senhor de si mesmo."
Alfonso Milagro, do livro 'Os cinco minutos de Deus'


quarta-feira, 6 de julho de 2011

SINTOMAS DA MENOPAUSA

Conheça os principais sintomas da menopausa

Cada uma das fases da vida traz mudanças, sejam elas psicológicas ou fisiológicas. Com o passar dos anos, o corpo da mulher se torna maduro e chega à menopausa.


Nessa fase, os ovarios vão gradativamente deixando de produzir hormônios como o estrgênio e a progesterona até perderem capacidade de funconar. É o corpo feminino se preparando para o fim da fertilidade.

A menopausa geralmente ocorre entre os 45 e os 55 anos. no entanto, não existe idade predeterminada e em alguns casos, ela pode ocorrer a partir dos 40 anos.

Apesar de não ser uma doença, apenas um estágio na vida da mulher, o organismo feminino sofre diversas modificações. A mais notável delas é a parada das mesntruações, mas outros sintomas da menopausa podem aparecer em seguida.

- ondas de calor, o conhecido "calorão",
- suores noturno,
- insônia,
- menor desejo sexual,
- irritabilidade,
- depressão,
- ressecamento vaginal,
- dor durante o ato sexual,
- dificuldade de atenção e diminuição da memória,
- osteoporose.

É importante lembrar que os sintomas da menopausa não aparecem necessariamente em todas as mulheres. Enquanto algumas apresentam todos eles, outras têm poucos ou nenhum sintoma durante este período.

Como aliviar os sintomas da menopausa


Cuide da alimentação


Com a chegada da menopausa, é preciso fazer algumas adaptações no cardápio diário.
Uma alimentação equilibrada, rica em fibras, cálcio e sem gorduras vegetais, com carnes brancas e azeite extra-virgem de oliva pode fazer toda a diferença. A linhaça, que tem ação antinflamatória e soja, que possui substâncias com características semelhantes as do hormônio estrógeno também são grandes aliadas para amenizar os sintomas da menopausa. Inclua na dieta alimentos diuréticos como o abacaxi, a alface, o pepino e não se esqueça de beber muita água.


Evite café, refrigerantes, alimentos estimulantes e bebidas alcoólicas. Além de causar irritabilidade, ansiedade e insônia, interferem na absorção do cálcio, que provoca o enfraquecimento dos ossos.


Pele e cabelos sempre bonitos


As alterações mais visíveis do fim da menstruação na aparência da mulher podem ser percerbidas na pele flácida e ressecada e também nos cabelos, que ficam mais finos, mais fracos e podem apresentar queda. Para se manter linda, use cosméticos, hidratantes, máscaras de tratamento nutritivo e antienvelhecimento, produtos especialmente formulados para manter o brilho e a saúde dos cabelos nessa fase.


Pratique exercícios


Os exercícios físicos ajudam não somente na manutenção da saúde, mas dão ânimo e ainda aliviam um dos sintomas da menopausa mais conhecido. As mulheres sedentárias
tem mais chance de ter ondas de calor do que as mulheres que se exercitam. portanto, nada de ficar parada. Atividades como caminhar, correr ou nadar são indicadas.


Sexo sem desconforto


As mudanças hormonais provocadas pela menopausa deixam as membranas da mucosa vaginal mais finas e fazem com que elas fiquem mais secas. O resultado disso pode ser uma relação sexual dolorosa. Utilizar um lubrificante vaginal pode ajudar a diminuir o desconforto.


Alivie os sintomas e melhore a sua disposição com as terapias: Acupuntura, aurículo-acupuntura, moxabustão, massagens, floral, aromaterapia, fitoterapia , cone chinês e Reiki.


Marisa Nascimento

terça-feira, 5 de julho de 2011

SENTIMENTO X DOENÇAS

Segundo a psicóloga americana Loise l. Hay, todas as doenças que temos podem ser criadas por nós. Afirma ela, que somos 100% responsáveis por tudo de ruim que acontece no nosso organismo. Sempre que estamos doentes, necessitamos descobrir a quem precisamos perdoar. Quando estamos empacados num certo ponto, significa que precisamos perdoar mais.
Pesar, tristeza, raiva e vingança são sentimentos que vieram de um espaço onde não houve perdão. Perdoar dissolve o ressentimento. A seguir, você vai conhecer uma relação de algumas doenças e suas prováveis causas, elaboradas pela psicóloga Louise. Reflita, vale a pena tentar evitá-las:


 DOENÇAS / CAUSAS:


 AMIGDALITE: Emoções reprimidas, criatividade sufocada.
ANOREXIA: ódio ao externo de si mesmo.
APENDICITE: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom.
ARTERIOSCLEROSE: Resistência. Recusa em ver o bem.
ARTRITE: Crítica conservada por longo tempo.
ASMA: Sentimento contido, choro reprimido.
BRONQUITE: Ambiente familiar inflamado. Gritos, discussões.
CÂNCER: Magoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo.
COLESTEROL: Medo de aceitar a alegria.
DERRAME: Resistência. Rejeição à vida.
DIABETES: Tristeza profunda.
DIARRÉIA: Medo, rejeição, fuga.
DOR DE CABEÇA: Autocrítica, falta de autovalorização.
ENXAQUECA: Medos sexuais. Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista.
FIBROMAS: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro.
FRIGIDEZ: Medo. Negação do prazer.
GASTRITE: Incerteza profunda. Sensação de condenação.
HEMORROIDAS: Medo de prazos determinados. Raiva do passado.
HEPATITE: Raiva, ódio. Resistência a mudanças.
INSONIA: Medo, culpa.
LABIRINTITE: Medo de não estar no controle.
MENINGITE: Tumulto interior. Falta de apoio.
NÓDULOS: Ressentimento, frustrações. Ego ferido.
PELE (ACNE): Individualidade ameaçada. Não aceitar a si mesmo.
PNEUMONIA: Desespero. Cansaço da vida.
PRESSÃO ALTA: Problema emocional duradouro não resolvido.
PRESSÃO BAIXA: Falta de amor em criança. Derrotismo.
PRISÃO DE VENTRE: Preso ao passado. Medo de não ter dinheiro suficiente.
PULMÕES: Medo de absorver a vida.
QUISTOS: Alimentar mágoa. Falsa evolução.
RESFRIADOS: Confusão mental, desordem, mágoas.
REUMATISMO: Sentir-se vítima. Falta de amor. Amargura.
RINITE ALÉRGICA: Congestão emocional. Culpa, crença em perseguição.
RINS: Crítica, desapontamento, fracasso.
SINUSITE: Irritação com pessoa próxima.

TIRÓIDE: Humilhação.
TUMORES: Alimentar mágoas. Acumular remorsos.
ÚLCERAS: Medo. Crença de não ser bom o bastante.
VARIZES: Desencorajamento. Sentir-se sobrecarregado.

Por isso...
vamos tomar cuidado com os nosso sentimentos.

Que tal, fazer um diagnóstico de si mesmo(a) e das pessoas que nos cercam?


Paz e Luz!

 Marisa Nascimento

STRESS X ALEGRIA DE VIVER

QUE TAL FAZER UM BALANÇO DAS PROMESSAS FEITAS NA VIRADA DO ANO???


Todo final de ano fazemos várias promessas, mas no final muitas ficam esquecidas e outras nem conseguem chegar perto de um novo balanço, e os porquês de não se conseguir é falta de empenho, organização e a mais comum falta de tempo, e por isso acabamos adiando nossos sonhos e planos.
Ainda temos metade do ano para alcançar nossos anseios:
-Parar de fumar;
-Trabalhar menos;
-Fazer exercícios físicos;
-Dar mais atenção aos filhos e parceiros;
-Perder alguns quilinhos;
-Cuidar da saúde e aparência...etc.

Chegou a hora de aprender a viver bem, pôr em prática as promessas de uma Melhor Qualidade de Vida!
Se você parar pra pensar, verá que viver bem não é uma meta super difícil, que só pode ser conquistada após muito esforço. A qualidade de vida é a soma de pequenas atitudes e escolhas cotidianas. Juntas, elas melhoram nossa saúde física e emocional. Algumas recomendações já são bem conhecidas: limitar o consumo de açúcar, usar filtro solar, controlar o peso... Colocá-las em prática não é complicado: basta acreditar que você merece, sim, viver melhor. Pois;
1ª. Você vale à pena,
2ª. Você é a pessoa mais importante que existe.

Veja se estão incorporadas no seu cotidiano, as seguintes dicas:

- Busque um sono melhor, mais profundo e reparador. E ao acordar não saia da cama rapidamente. Sente-se, espreguice, respire e, aí inicie o seu dia.
- Tome um copo d'água, ainda em jejum,
- Envolva-se com uma alimentação mais adequada com seu gasto calórico.
- Encontre um tempo por menor que seja para o relaxamento e a meditação.

-Valorize os momentos vividos com entes queridos.
-Valorize as coisas simples da vida, são com pequenos detalhes que construímos uma vida feliz.
-Tenha Fé, ter uma crença forte em algo ajuda a combater o stress e problemas emocionais.
-Expresse suas emoções.

- Sorria, o riso espontâneo promove a dilatação dos vasos e melhora o fluxo sanguíneo. Também reduz os níveis de adrenalina e cortisol no sangue e aumentam a liberação de endorfinas, hormônios ligados às sensações de bem-estar e prazer. Quer mais? Ainda emagrece.
-Contemple mais a vida que nos cerca e pense menos. Não leve a vida muito a sério.
- Tenha a atitude simples de buscar estar presente com sua cabeça onde está o seu corpo.
- Evite o ódio, a raiva e a mágoa porque esses são venenos que atingem você e não o adversário; pois levam para a corrente circulatória hormônios que irão destruir uma boa perspectiva de vida. Seja esperto, não odeie as pessoas, perdoe.
- Introduza o movimento na sua vida.
- Faça respirações profundas e tranqüilas para sentir sua vivacidade.
- Espreguice e boceje várias vezes por dia.
- Traga ao seu mundo social mais amigos. Pessoas queridas são fatores fundamentais para adquirir uma vida melhor com mais resultado e qualidade.
- Se possível, more perto do trabalho.
- Não se irrite no trânsito. Irritar-se no trânsito produz uma péssima qualidade de vida, porque o trânsito está muito inserido no nosso dia a dia.
- Tenha uma boa alimentação mental. Não esqueça de que para aonde vai a sua cabeça, a vida corre atrás. Pense coisas boas, que a vida assim também será da mesma forma.
-Viva e não sobreviva, goste da vida, valorizando-a.
- Organize seu tempo, faça dele um aliado, diminua seus compromissos.
-Trabalhe naquilo que lhe dá prazer. Sendo criativo, descobrindo suas potencialidades.
-Busque o equilíbrio entre trabalho e lazer, reserve tempo para si mesmo.

Você também poderá acrescentar outros itens que considerar importantes.

 Alivie suas tensões, melhore sua qualidade de vida, aumente sua estima, a libido e a motivação sexual.

 Invista em você, encontre o prazer e viva a “Arte de Ser Feliz”.

Marisa Nascimento

ARTE DE SER MULHER

Ser mulher é realmente uma arte!

Cuidamos de tudo e de todos e muitas vezes não temos tempo de nos cuidar, de nos sentir, de nos amar.

E é claro que quando não nos cuidamos nossa energia cai, todos ao redor ficam insatisfeitos e nós deprimidas.

Para isso não acontecer temos que reagir, nos cuidar, afinal somos o pilar de nossa família e temos grande importância na sociedade.

Quando estamos felizes nossa vibração atrai boas energias e com isso nos tornamos muito belas e atraímos boas situações e pessoas à nossa vida.

Por isso, se estiver só, este é mais um bom motivo para se cuidar.

Cada mudança realizada na estrutura Física do Corpo produz uma mudança similar na mente e nas emoções.

Invista no seu prazer sem vergonha de ser feliz!

Acupuntura e aurículo – Equilibra.

Floral – Harmoniza.

Massagem com pedras quentes – Relaxa.

Moxabustão – Energiza.

Reiki  - Alimenta.

Massagem Relaxante – Alivia.

Fitoterapia – Previne.

Aromaterapia – Trata.

Cone Chinês – Desobstrui.

Drenagem Linfática – Limpa.

Bambooterapia – Modela.

Emagrecimento – Amor próprio.

Nutrição Inteligente – Herbalife.

Massagem Modeladora Turbinada – Esculpe.

Mapa Astral – Autoconhecimento.

Tarô – Orienta.

Venha se cuidar!!!

Marisa Nascimento





segunda-feira, 4 de julho de 2011

DICAS PARA UMA VIDA MELHOR E MAIS ANIMADA

Dê um "chega pra lá" no desânimo
Há momentos em que nos sentimos vazios e sem força. Em meio a essa confusão é preciso ter metas claras e objetivas.
Muitos tem preocupações financeiras e, de fato, este é um assunto muito importante. Porém, não podemos esquecer de focar também no progresso espiritual e mental , afinal de contas nossa "utilidade" é primeiramente conosco, caso contrário deixa-se a desejar com a família e a sociedade.

O desânimo vem sempre acompanhado de preocupações. O melhor a se fazer é buscar a superação. Além de agir como fortificante, nos deixando mais hábeis e confiantes, os resultados positivos tendem a aparecer mais rápido.

O medo também é um dos sentimentos relacionados ao desânimo. Rejeição, medo do futuro e o próprio medo de se ter medo não deve ser descartado.
Nestes casos, é muito importante saber que atitude se deve ter com este e os demais problemas da vida.

Cobrar de si mesmo um bom resultado não é sinônimo de realizações impossíveis, implicando em perfeição absoluta. A satisfação plena é um sentimento incrível. Mas é preciso tomar muito cuidado com as exigências que fazemos a nós mesmos. A não concretização dessas exigências é grande causadora de desânimo e depressão. Por isso o auto conhecimento, saber até onde se pode ir é fundamental para não haver frustrações.

Sorria!
A seriedade excessiva leva uma pessoa ao envelhecimento precoce, aparecem rugas. Se dê o prazer de desfrutar da vida! A alegria é o grande segredo para o rejuvenescimento. Tire proveito do bom humor. Sorria mais vezes. Compare: é melhor ter alguém sorrindo ou de cara amarrada, ao nosso lado? Muitas vezes essa seriedade é resultado de uma mágoa passada, com certeza causadora de um enorme desânimo. Calma, o melhor remédio para este "sintoma" são os amigos e familiares.
Não queira agradar a todo mundo. Tentar fazer isso é uma das piores causas do desânimo.Para você vencer definitivamente o desânimo, deve rejeitar com firmeza ser um prisioneiro do passado, ou olhar o futuro como fantasia.

Viva o presente, assumindo o agora, planejando o futuro, usando o passado como experiência.

Marisa Nascimento




sábado, 2 de julho de 2011

MULHERES SEM TPM

Quantas vezes você, mulher, teve a sensação de estar no limite da paciência podendo "explodir" a qualquer momento por um motivo qualquer. Quantas vezes você teve a sensação de que toda a energia de seu corpo estivesse se esgotando, dando lugar ao cansaço, sonolência e dificuldade de concentração.

Estes e outros sintomas como dores de cabeça, dores na mama, nas juntas, ganho de peso, sensação de estar inchada e alterações no apetite são típicos de um problema que aflige milhões de mulheres em todo mundo nos dias que antecedem a menstruação. É a famosa tensão pré menstrual ou simplesmente TPM, que melhora sensivelmente ou desaparece tão logo se inicia a menstruação.

A Tensão Pré-Menstrual (TPM) é um mal que atinge uma grande parte da população feminina. Estudos mostram que, em torno de 80% das mulheres em geral apresentam algum tipo de alteração no período pré-menstrual e em 52% delas os sintomas interferem drasticamente no humor, no comportamento e no organismo.

Dados mostram também que cerca de 5 a 10% das vítimas enfrentam quadros severos de dores de cabeça e depressão que as obrigam a se afastar do trabalho e do convívio social. Nos casos mais sérios, a doença pode até mesmo levá-las a cometer suicídio.

As causas da TPM

Muitos estudos vêm demonstrando quais as principais causas da TPM e parece que o metabolismo próprio de cada paciente aliado às mudanças hormonais a que estão sujeitas as mulheres nessa fase, são os principais fatores. As alterações hormonais provocam uma retenção maior de líqüidos pelo corpo levando à sensação de inchaço. Este edema está presente em todos os órgãos femininos nessa fase, afetando e muito a função cerebral, devido ao acúmulo de líqüidos no tecido neural. Isso provoca alteração do estado emocional tornando a mulher irritadiça, mal-humorada, inquieta e ansiosa. Todo este quadro é geralmente percebido pelas pessoas que a cercam, mas muitas vezes a própria mulher vai percebendo que algo está errado no seu comportamento geral.

Esse edema é responsável também pelas dores nas mamas, dores musculares e abdominais presentes muitas vezes, inchaço das mãos e pés, alterações no apetite, como por exemplo um consumo maior de carboidratos. Muitas mulheres nessa fase sentem uma vontade irresistível de comer chocolates e guloseimas; isso só piora o quadro geral, levando ao aumento de peso e dos líqüidos corpóreos.
Durante as três primeiras semanas do ciclo, os níveis de estrogênio e de endorfinas fisiológicas (substâncias analgésicas produzidas pelo sistema nervoso central) aumentam. Esse aumento é potencializado pelo aumento do hormônio progesterona seguido da ovulação. Além de sua contribuição para a sensação de bem-estar, as endorfinas também aumentam as sensações de fadiga em mulheres com TPM

Entretanto, na quarta semana do ciclo os níveis de estrógenos e progesterona diminuem, diminuindo também a produção das endorfinas. Nesta fase, surgem os sintomas decorrentes da diminuição dessa substância tais como ansiedade, tensão, cólicas abdominais, cefaléia, etc.

Componentes químicos envolvidos no estresse físico e emocional, tais como o cortisol e adrenalina, por exemplo, podem também estar aumentados na TPM.

O papel da alimentação

Algumas causas ambientais podem estar relacionadas a TPM. Entre elas ressalta-se o papel da dieta alimentar. Alguns alimentos parecem ter importante implicação no desenvolvimento dos sintomas da TPM, como é o caso, por exemplo, do chocolate, cafeína e álcool. As deficiências de vitamina B6 e de magnésio também estão sendo consideradas, porém, até o momento, o papel desses nutrientes na causa ou no tratamento não tem sido confirmado. Alimentos ricos em magnésio são as hortaliças de folhas verdes e a soja. Os alimentos fontes de vitamina B6 são fígado, nozes, carnes de um modo geral e cereais integrais.

Critérios de diagnóstico
Apesar de 80% da população geral feminina apresentar sintomas pré-menstruais, apenas cerca de 8% costumam satisfazer os critérios de diagnóstico para a Síndrome Pré-Menstrual, conforme a listagem abaixo.
A mulher deve apresentar por 2 ou 3 ciclos menstruais, 5 ou mais sintomas da lista abaixo na última semana do ciclo, devendo tais sintomas estar ausentes na pós-menstruação:
1. Marcante humor depressivo, sentimentos de desesperança ou autodepreciativos.
2. Marcante ansiedade e tensão
3. Marcante carência afetiva
4. Irritabilidade e/ou agressividade marcantes ou dificuldades de
relacionamento pessoal
5. Diminuição do interesse para atividades usuais
6. Dificuldades de pensamento, memória e concentração
7. Cansaço, fadiga e perda de energia
8. Alterações do apetite e/ou da aceitação de determinados alimentos
9. Alterações do sono (insônia ou hipersonia)
10. Sensação subjetiva de opressão ou perder o controle
11. Outros sintomas físicos tais como turgência nos seios, dor de cabeça, dor muscular, inchaço, ganho de peso.
12. O distúrbio deve interferir marcantemente com a ocupação, atividades sociais e de relacionamento.

Como aliviar os sintomas
-Reduzir a ingestão de cafeína e álcool. A cafeína, contida no café, nos chocolates, em muitos refrigerantes e em alguns medicamentos, aumenta a ansiedade e a instabilidade emocional. O álcool pode provocar dores de cabeça, fadiga e depressão.
-Diminuir o sal nos alimentos. Isso reduz o inchaço causado pela retenção de água pelo corpo.
-Comer alimentos ricos em cálcio. Isso vai ajudar a reduzir o inchaço e a variação de humor.
-Fazer exercícios aeróbicos. O exercício ajuda a reduzir as cólicas menstruais e melhora o humor. Além disso, eles liberam as endorfinas, substâncias produzidas no nosso organismo que são responsáveis pela sensação de bem estar. O ideal é praticar exercícios moderados, como caminhar, andar de bicicleta ou nadar.
-Adicionar carboidratos complexos à sua dieta, tais como cereais integrais. Isso reduz a fadiga e as variações de humor.
-Tomar uma multivitamina. Embora a teoria de que a TPM é causada pela ausência de vitaminas como A, B6, C e D não seja muito aceita, algumas mulheres sentem-se melhor com o uso de multivitaminas. 
Os tratamentos indicados para o equilíbrio hormonal, emocional e redução dos edemas desse período são: Acupuntura, aurículo-acupuntura, floral, aromaterapia e drenagem.

Venha fazer um tratamento que certamente você passará pelo período menstrual sem esses sintomas desagradáveis.
Paz e Luz!

Marisa Nascimento


sexta-feira, 1 de julho de 2011

LIBIDO NA PONTA DA AGULHA


                            Use acupuntura para aumentar sua libido


Matéria da revista Cláudia 31/05/2011


Está faltando vontade até para pensar naquilo? A chave que vai mudar seu apetite sexual pode estar na acupuntura. Cada vez mais mulheres procuram essa terapia milenar chinesa para solucionar a falta de desejo. Prepare-se para voltar a ser feliz entre quatro paredes.

A descoberta de que as agulhas podem resgatar o desejo sexual . “A falta de desejo sexual é um problema complexo ocasionado por vários fatores. Se a libido está em baixa, outros aspectos da vida também não andam bem. Daí a diferença da medicina ocidental, que trata a doença separadamente.”

O diagnóstico detalhado é outro ponto a favor. Não é simples se sentir à vontade para contar a um estranho sobre nossa vida sexual – ainda mais se a consulta for rápida! De maneira geral, a tendência é guardar o problema para si e sofrer sozinha por um bom tempo.

O profissional de acupuntura, no entanto, formula uma série de questões a respeito de qualidade de vida, dando a deixa para quem quiser falar de falta de libido. “A maioria reclama de cansaço e stress. Depois, lá pelo meio da conversa, se abre e revela que a vida sexual não anda bem”. Além da consulta mais prolongada, o tratamento com acupuntura exige várias sessões, o que vai criando uma relação de confiança para a paciente falar da disfunção.

O tratamento acontece uma vez por semana e dura em média uma hora, com chance de se estender por até quatro meses. Os pontos a ser estimulados dependem do caso e podem mudar a cada sessão. No entanto, três deles, chamados de ginecológicos, são relacionados à libido. Um atua na glândula suprarrenal (responsável pela produção de hormônios sexuais), o outro nos ovários e o terceiro no sistema nervoso central. Na sessão, busca-se também estimular a produção de hormônios como a endorfina, que relaxa e acalma; a serotonina, que tem ação no humor e na ansiedade; e a noradrenalina, que induz à excitação física e mental. Já os pontos dos hormônios estrógeno, progesterona e testosterona podem ser ativados para gerar a sensação de bem-estar. Quando a mulher se sente bem, naturalmente a sexual idade dela tende a aflorar. A acupuntura melhora quadros de ansiedade e depressão, além da disposição física e emocional”.


Efeito comprovado


Traumas, educação sexual rígida, violência doméstica e relacionamentos complicados, entre outras questões costumam afetar a libido. “As pacientes querem um remédio mágico para voltar a ter desejo e muitas tomam drogas, como antidepressivos, que podem diminuir ainda mais a libido”. “Quando recorrem a essa terapia, acabam ficando menos ansiosas, o que ajuda na volta do desejo sexual”. Outro trunfo da acupuntura, ela se mostrou eficaz também em casos graves de vaginismo (quando a mulher contrai o músculo próximo à vagina, evitando a penetração). Há estudos no HC com pacientes que se submeteram à acupuntura paralelamente ao tratamento tradicional e obtiveram melhora significativa”.


 Depoimentos


“Comentei com a ginecologista sobre minha falta de vontade de fazer sexo com meu marido. Depois que vieram os filhos, tudo o que quero é dormir! Para minha surpresa, ela me disse que também era especializada em acupuntura e me indicou o tratamento com as agulhas. Segundo a médica, eu sentiria uma melhora na diminuição da ansiedade, ficaria mais disposta e, naturalmente, acabaria retomando o interesse por sexo. Em dois meses voltei a ser feliz na cama.”
SILVANA DE SÁ FARIA, 36 ANOS, FUNCIONÁRIA PÚBLICA


“Há quatro anos, vivi uma crise de depressão e, por indicação de um amigo, fiz acupuntura, mesmo tendo medo de agulhas. As sessões me ajudaram muito a sair daquela fase ruim. No ano passado, foi a libido que resolveu despencar. Eu, que sempre fui muito bem resolvida na cama, não tinha vontade de fazer sexo. Então, soube que a acupuntura poderia fazer a diferença mais uma vez. Liguei para a terapeuta e recomecei as sessões. Estou no segundo mês de tratamento e já sinto melhora, apesar de pequena. Vou continuar.”
MIRIAM GOMES DE OLIVEIRA, 39 ANOS, ADVOGADA